Meditação Do Dia – Adoração ao Senhor

Leitura: Atos 2.42-26

“…louvando a Deus e tendo a simpatia de todo o povo” (At 2.47).

Há diversos tipos de igrejas e modelos de culto. Cada cidadão é livre para decidir se deseja participar, em que lugar e horário. A liberdade religiosa é garantida pela Constituição do Brasil. Os cristãos olham para a Bíblia, e dela extraem o tipo de culto que desejam oferecer ao Senhor. Há diversos modelos, mas o que os primeiros cristãos faziam em Jerusalém era maravilhoso. Quando se reuniam, tinham propósitos bem definidos.

Um ponto importante era “o ensino dos apóstolos” (At 2.42). É importante conhecer as razões da nossa fé em Cristo, e para isto acontecer é preciso gastar tempo no estudo da Palavra de Deus, com líderes que de fato conheçam a Palavra. Outro ponto importante era “a comunhão, o partir do pão e as orações” (At 2.42-44). Deus planejou que os cristãos vivessem reunidos. Dificilmente alguém consegue manter sua fé em Cristo isolado, sem nenhum contato com os irmãos na fé.

Na comunhão de uns com os outros, encontramos o encorajamento necessário para seguir em frente, e não desistir. Outra característica deste grupo inicial era a capacidade de atender necessidades materiais dentro do grupo (At 2.45). Esta é uma forma prática de adorar ao Senhor. Os cristãos foram chamados para as boas obras (Ef 2.10). Somado a tudo isto, havia alegria e sinceridade de coração.

A Bíblia diz que Deus deseja ser adorado “em espírito e em verdade” (Jo 4.24). Podemos ter preferências por modelos, mas jamais devemos abrir mão do conteúdo. O verdadeiro culto enaltece somente ao Senhor, anuncia Suas maravilhas, aproxima-nos uns dos outros e nos mantém fiel à Sua Palavra.

Tudo o que tem vida louve o Senhor! Aleluia! (SI 150.6).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *