Meditação Do Dia – O Coração

Leitura: Mateus 15.1-20

“…mas o seu coração está longe de mim” (Mt 15.8).

Imagine um homem justificando à sua esposa os problemas ocorridos depois de casados, argumentando com as palavras mais pronunciadas quando namorados — “Querida, você mora no meu coração”. O que ela não sabia é que ele usou a palavra “coração” no sentido que Jesus usou “dele saem os maus pensamentos, os homicídios, os adultérios, as imoralidades sexuais, os roubos, os falsos testemunhos e as calúnias” (Mt 15.19). Assim, a esposa não podia se queixar.

Parece engraçado, mas esta é a realidade — o coração, centro da vontade e emoções, é a parte mais complicada do ser humano. Todas as intenções, maus pensamentos, desejos de vingança, ódio, orgulho, inveja, malícia, brigas, hipocrisia e uma lista infindável de coisas ruins, estão lá arraigadas. Moram juntas, controlando a pessoa, escravizando e colocando-a em situações difíceis. Leva ao sofrimento, à dor, à ilusão e coopera na sua rápida deterioração.

Não foi à toa que o profeta Jeremias afirmou “O coração é mais enganoso do que qualquer outra coisa e sua doença é incurável. Quem é capaz de compreendê-lo?” (Jr 17.9). Impressiona saber que muitos cantores encorajam os jovens a seguirem o coração. Eles sabem o que estão sugerindo? Para o coração, só há uma saída: o transplante. O único jeito é pedir a Deus um transplante espiritual — um novo coração apto para ouvir e entender a Sua Palavra, sensível às necessidades dos outros e controlado pelo Espírito de Deus.

Não é apenas mudança de hábitos, mas do sistema de valores. O ponto de partida é o arrependimento e o perdão dos pecados em Cristo Jesus. Quer começar nova vida? Comece pelo coração!

O coração controla o homem, mas Deus pode controlar o coração.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *